top of page

Adolescente matou pai a facadas por legítima defesa, diz Polícia Civil de Goiás

Ao concluir inquérito do crime ocorrido em cidade no Entorno do DF, PCGO sugere o arquivamento da denúncia contra o menor de idade


A Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO) concluiu um inquérito que investigava o homicídio de um homem pelo próprio filho, um adolescente de 13 anos. Para a corporação, o jovem matou o o homem com uma facada por legítima defesa. O caso foi registrado em Formosa (GO), no Entorno do Distrito Federal. Na conclusão do inquérito, os policiais sugeriram o arquivamento do caso.

O episódio ocorreu em janeiro de 2023. Segundo os investigadores, o pai chegou em casa com uma garrafa de bebida alcoólica na mão. O relacionamento dele com a família seria marcado por brigas, xingamentos e agressões.


De acordo com a Polícia Civil, o homem, já alcoolizado, começou a provocar o menor com uma faca. Frequentemente o homem provocava o menino dizendo não ser pai dele.

Segundo as investigações, o homem avançou com a faca contra a mãe do adolescente. A mulher, então, tentou se defender, mas acabou ferida no braço (foto em destaque). Enfurecido, o suspeito passou a dar golpes de faca na bolsa da companheira. Na sequência, voltou a atenção contra o menino e partiu para cima dele. O adolescente, porém, tomou a faca e desferiu um golpe na região superior direita do tórax do homem.


Filho

Amedrontado, o menino fugiu. O homem disse para a companheira que “o filho dele” teria lhe “furado”. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. No entanto, o pai não resistiu aos ferimentos.

Segundo a Polícia Civil, há fortes indícios de que o adolescente agiu em legítima defesa. O inquérito policial concluído foi enviado ao Poder Judiciário com a sugestão de arquivamento. Agora cabe ao Ministério Público apresentar a versão final para o Judiciário.

Fonte: metropoles

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page