top of page

Agentes da PF são hostilizados em acampamento no QG e Exército intervém por segurança

O Exército confirmou que a Polícia do Exército teve de atuar para garantir a segurança dos agentes da PF que estavam entre os manifestantes


Agentes da Polícia Federal foram hostilizados no acampamento em frente ao Quartel General do Exército, em Brasília, na tarde desta quarta-feira (21/12).

O Exército confirmou à coluna Grande Angular que “militares do Batalhão de Polícia do Exército atuaram para garantir a segurança de agentes da Polícia Federal na área do Setor Militar Urbano”. No local, são realizadas as manifestações que questionam a eleição de Lula (PT).

“Os agentes se identificaram aos militares do Exército que patrulhavam a região, que os acompanharam até a viatura”, disse o órgão.


Imagens gravadas por manifestantes mostram o momento em que uma viatura do Batalhão de Polícia do Exército para e resgata os três agentes da PF, que estavam descaracterizados. Eles foram seguidos por um grupo de manifestantes que gritavam e xingavam. Um bolsonarista chega a empurrar um policial.

Os agentes foram chamados de “polícia do Xandão”, “bandidos do Xandão”, em referência ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, relator do inquérito que investiga atos democráticos e autor de mandados de prisão contra extremistas. A coluna questionou à PF o que os agentes faziam no local, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O espaço permanece aberto para eventuais manifestações.

Fonte: metropoles.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page