top of page

Após ter liberdade negada, prefeito que atirou em ex volta ao hospital



O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (sem partido), indiciado por tentar matar a ex-companheira e o atual namorado dela, foi internado novamente em uma unidade hospitalar do município. De acordo com a defesa do político, ele passou mal e teve um princípio de infarto após ter o pedido de liberdade negado pela Justiça de Goiás.


Segundo a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Naçoitan passou mal dentro da cela. Ele foi encaminhado à unidade hospital na tarde dessa quinta-feira (30/11). Ainda segundo a pasta, ele permanece no local para observação e cuidados médicos.


A defesa do prefeito afirmou ainda que respeita a decisão da Justiça de Goiás, mas considera que a prisão é desnecessária. O advogado Francisco Silva diz que vai continuar em busca de que Naçoitan responda o processo em liberdade.


A decisão que negou o pedido de liberdade foi emitida também nessa quinta pelo desembargador Nicomedes Borges. De acordo com o magistrado, o habeas corpus “não comporta discussão sobre problemas de saúde do paciente”, acrescentando que “cabe ao diretor do estabelecimento prisional, caso necessário, autorizar a sua saída para tratamento médico”.


Prisão

Naçoitan está preso desde o último dia 23 de novembro, quando se entregou à polícia, após quatro dias foragido. Ele invadiu a casa da ex-mulher e atirou pelo menos 15 vezes contra ela e o atual namorado. O casal não se feriu.


O prefeito foi indiciado por quatro crimes: tentativa de homicídio, tentativa de feminicídio, porte ilegal de arma de fogo e fraude processual.


No último sábado (25/11), ele já havia internado em um hospital da cidade após sofrer um mal-estar. O crime aconteceu na madrugada do dia 18 de novembro.

Fonte: metropoles



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page