top of page

Autismo: Goiânia sanciona lei para facilitar teste de diagnóstico

Exame estará na rotina de unidades de saúde, escolas municipais e creches, e será feito por meio de aplicação do questionário M-CHAT


O prefeito da capital goiana, Rogério Cruz (Republicanos), sancionou, nesta sexta-feira (22/7), lei que torna obrigatória a aplicação de teste, no âmbito de unidades de saúde, escolas e creches, para facilitar diagnóstico precoce do Transtorno do Espectro Autista (TEA) em crianças. A medida ocorre uma semana após a sanção da lei que cria a Casa do Autista em Goiânia.

O questionário que será aplicado se chama M-CHAT, e consiste em 24 perguntas, do tipo sim/não, para identificar indícios do transtorno na faixa etária dos 18 aos 24 meses. São questões alusivas ao comportamento das crianças a serem respondidas pelos pais.

O diagnóstico precoce é fundamental para que haja acompanhamento adequado. Embora os sinais do TEA possam ser percebidos antes dos dois anos, não há exame clínico para diagnosticá-lo nessa fase da vida.


“Cuidar das pessoas é assegurar políticas públicas para todos. Estamos muito felizes por avançarmos cada dia um pouco mais em termos de evolução social e na área da saúde”, avaliou o prefeito.

Casa do autista

Na semana passada, Rogério Cruz sancionou projeto que cria a Casa do Autista em Goiânia. O espaço será destinado ao desenvolvimento da interação social, comunicação e habilidades cognitivas e motoras, atenderá tanto pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), como, também, prestará assistência aos familiares dos pacientes.

A unidade oferecerá atendimentos com nutricionistas, neuropediatras, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais e psicopedagogos.

metropoles


תגובות


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page