top of page

Caminhoneiro é condenado a 22 anos de prisão por matar a ex-mulher no carro do namorado dela

Regina Maria da Silva, de 48 anos, foi morta a tiros em 2019 enquanto esperava o então atual namorado comprar uma pizza. Condenado já havia confessado o crime à polícia.


O caminhoneiro Edmilson Florêncio da Silva, de 52 anos, foi condenado a 22 anos de prisão por matar a ex-mulher dentro do carro do namorado dela, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Regina Maria da Silva, de 48 anos, foi morta a tiros enquanto esperava, na época, o atual namorado comprar uma pizza.

O g1 não conseguiu contato com a defesa do condenado para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem.


Edmilson também foi condenado por posse ilegal de arma. O julgamento aconteceu na quinta-feira (18) e durou mais de dez horas.

Regina foi morta no dia 9 de dezembro de 2019. A vítima foi levada pelo namorado até a emergência da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, onde morreu. Ela foi enterrada em Paranaiguara, cidade onde nasceu, e deixou dois filhos.


Após o crime, o ex-marido deixou o local e foi considerado foragido pela Justiça. No dia 20 de janeiro deste ano, ele se apresentou espontaneamente na delegacia e confessou o crime.

“Ele confessou que não aceitava o fim do relacionamento. Os dois foram casados por 10 anos e, durante esse período, terminaram e voltaram várias vezes. Ele já chegou a ser preso por agredi-la, usou tornozeleira por 11 meses”, disse o delegado Danilo Fabiano à época.

Conforme o sistema do Tribunal de Justiça, o condenado seguia preso até a data do julgamento. O local onde ele deverá cumprir a pena não foi divulgado.


Fonte: TV Anhanguera

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page