top of page

Carmela, da Rádio Metrópoles, recebe prêmio de melhor radialista do DF

Em votação com mais de 20 mil votos, a locutora foi escolhida como favorita do público do Distrito Federal


Há pouco mais de três anos, quando o Barraco da Carmela estreou na Rádio Metrópoles, Carmela talvez não pudesse imaginar que, em tão pouco tempo, se tornaria a “melhor radialista do Distrito Federal”. Foi esse o título que a apresentadora recebeu, nessa terça-feira (15/3), da plataforma Estrelas do Quadradinho, após uma votação popular que reuniu mais de 20 mil participantes. O prêmio, além do reconhecimento, foi uma placa comemorativa, entregue à jornalista na própria rádio, onde Carmela comanda o programa diário.

“Sou uma artista de rua, de Ceilândia, e levo amor e humor como propósito de vida. Não é nada fácil carregar Carmela, mas momentos assim justificam o esforço, principalmente sabendo que foi um reconhecimento do público”, comentou a radialista, ao receber a notícia.


Trajetória

Diretamente de Ceilândia para os palcos, Carmela passou a chamar atenção pela ironia, pelas piadas de duplo sentido e pelo tino para a comédia. A voz rasgada, o corpo gigante em cima de um salto e a simplicidade no trato com o público completam o “combo carmelizado”, como ela mesma gosta de dizer.


Os primeiros movimentos de Carmela foram por meio de performances e ações na Rodoviária do Plano Piloto, sempre com provocações irônicas, ácidas e bem-humoradas.

No rádio, por meio do Barraco da Carmela, tornou-se uma das líderes de audiência no DF e tem sido apontada como a grande novidade do segmento, com centenas de milhares ouvintes diários. Não à toa, em pouco tempo, chamou a atenção de artistas como Ivete Sangalo, Hungria, Fernanda Montenegro, Claudia Leitte, Wesley Safadão, entre outros, que a receberam com grande carinho e entusiasmo.

Nos últimos tempos, Carmela acabou indo ao Projac – Rio de Janeiro, como convidada de produção, e chegou a ter quadro próprio no SBT, além de participações em festivais de arte da cidade, como o Hilaridade Fatal e Jogo de Cena.

Madrinha eleita da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais e Deficientes (Apaed), em Ceilândia, a artista também se destaca nas ações sociais, principalmente em prol de pessoas em situação de rua, na promoção da autoestima feminina e no olhar pelas minorias.


SIGA NOSSO INSTAGRAN

Fonte: metropoles

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page