top of page

Carnaval 2024 no DF: segurança terá drones, câmeras e reforço policial




O esquema de segurança para o Carnaval de Rua 2024, em Brasília, já começou a ser estruturado. O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Sandro Avelar, disse que os festejos serão monitorados pelo Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), com apoio de câmeras e drones. Haverá, no período, o fortalecimento das ações a serem adotadas por forças de segurança e outros órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF).


“O planejamento para definir a atuação da segurança pública durante o Carnaval em 2024 já foi iniciado. Em conformidade com nossa política de integralidade, vamos promover reuniões técnicas que envolverão diversos setores do governo e da sociedade, visando estabelecer a melhor estratégia de atuação”, afirmou o secretário à coluna Grande Angular, do Metrópoles.


O uso de drones pelos órgãos de segurança pública em grandes eventos não é novidade. Em 2024, porém, as equipes contarão com número maior de equipamentos e com drones mais modernos.


Avelar explicou que o trabalho da SSP-DF durante o Carnaval de 2024 será feito em conjunto com órgãos, instituições e agências governamentais das áreas de segurança, mobilidade, saúde, prestação de serviços públicos e fiscalização. “Dessa forma, fortaleceremos as ações das forças de segurança e do governo em campo, proporcionando um suporte mais efetivo”, pontuou.


Segundo o secretário de Segurança Pública, o objetivo das ações integradas é “garantir que a população possa desfrutar dessa importante manifestação popular brasileira e do Distrito Federal, com segurança e tranquilidade”. O feriado de Carnaval em 2024 será no dia 13 de fevereiro, terça-feira.


Agenda

Os foliões podem começar a se preparar para as novidades do Carnaval de 2024 em Brasília. Na rua, bloquinhos, escolas de samba e blocos tradicionais farão a festa completa, no mesmo período.

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) planeja publicar, ainda neste ano, o edital de chamamento da organização da sociedade civil (Oscip) que ficará responsável pela gestão dos festejos no Distrito Federal.

Para esquentar os tambores, o Metrópoles fez uma lista com cinco blocos tradicionais que costumam animar o Carnaval de Brasília e arrastar multidões pelas ruas do DF.


Raparigueiros

Com o objetivo de impulsionar todas as formas de arte, o bloco leva cultura e lazer de alta qualidade aos brasilienses desde 1992. Todos os anos, o grupo estampa, em suas camisetas, temas polêmicos, com muita irreverência, o que chama a atenção da sociedade.

Baratona

Criado em 1976 por Luiz Lima, o bloco surgiu como uma brincadeira de maratona em bares. Puxado por um trio elétrico com músicas baianas, busca entregar alegria, descontração e entretenimento nos festejos carnavalescos de Brasília.


Pacotão

É o bloco mais antigo de Brasília e se caracteriza por ironia, deboche e crítica política, para além da improvisação e desorganização. Com foliões apresentando fantasias diversas, o embalo vem das marchinhas de Carnaval, populares nacionalmente.

Galinho de Brasília

Criado em 1992, o bloco foi idealizado por Romildo Carvalho em alusão ao bloco pernambucano O Galo da Madrugada. Conhecido pelo frevo, o bloco concentra fãs desse estilo musical nas ruas de Brasília.

Baratinha

A Baratinha é um evento carnavalesco voltado para o público infantil. Desde a década de 1990, o bloco faz sucesso com as crianças e transmite a cultura do Carnaval e do Distrito Federal de forma leve e animada.

Fonte: metropoles


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page