top of page

Corpos de mortos em chacina de Planaltina são liberados no IML

Os corpos também foram retirados pela família por volta das 13h deste sábado. Sargento da PMDF cometeu suicídio após matar família


Familiares das vítimas da chacina ocorrida em Planaltina nesta quinta-feira (10/2) retiraram os corpos do Instituto Médico Legal (IML) por volta das 13h deste sábado (12/2).

Além do corpo do sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Nislon Cosme Batista dos Santos, também foram levados os de Maria de Lourdes Furtado, 50 anos; Lucas Furtado dos Santos, 16; e Isaac Furtado dos Santos, 21.


Nesta sábado, a coluna Na Mira revelou que um dia antes de ser assassinada pelo marido ao lado dos dois filhos, Maria de Lourdes Furtado pediu ajuda ao Centro de Assistência Psicológica e Social (CAPS), unidade que presta atendimento em saúde mental para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Chorando muito, a mulher pediu socorro, alegando que estava com medo do companheiro, o sargento Nilson Cosme Batista dos Santos.


Relembre o caso

Como revelado pela coluna “Na Mira”, um dia antes de ser assassinada pelo marido ao lado dos dois filhos, Maria de Lourdes Furtado, 50 anos, pediu ajuda ao Centro de Assistência Psicológica e Social (CAPS), unidade que presta atendimento em saúde mental para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).


Muito chorosa, a mulher pediu socorro e alegou que estava com medo do companheiro, o sargento da PMDF Nilson Cosme Batista dos Santos. O militar cometeu suicídio após matar a família e incendiar a casa. A tragédia ocorreu na quinta-feira (10/2), em Planaltina.


Antes de cometer o crime, o sargento ligou para o 14º Batalhão da PM, em Planaltina, para avisar sobre a chacina. O policial estava muito nervoso e disse que mataria todos. Ainda durante a ligação, os militares chegaram a ouvir diversos tiros.


Cerca de cinco minutos após o chamado, uma equipe foi até a residência, localizada na Quadra 161, no Setor Tradicional, em Planaltina. Os PMs tentaram contato com a família, mas ninguém respondeu.

Os policiais militares perceberam sinais de fumaça no imóvel, arrombaram o portão e acionaram o Corpo de Bombeiros. Durante todo o tempo, os PMs chamavam por Cosme e tentavam contato com os moradores.

Portas e janelas da casa estavam totalmente trancadas. Ao forçar a entrada, a guarnição viu um corpo ao chão, em um dos quartos. Dois policiais ainda tentaram arrastar o corpo para tirá-lo das chamas. Contudo, devido à fumaça, não conseguiram. Um galão vazio cheirando a álcool também foi encontrado no local.

O incêndio foi contido pelo Corpo de Bombeiros, que também fez a retirada de quatro corpos. Perto de um dos mortos foi encontrada uma pistola CZ .9mm, da PMDF.

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page