top of page

Em Goiás: Clube de tiro ironiza Lula e exibe livros “recheados” com armas

Clube de Goiás criticou fala de Lula sobre criar clubes de livro no lugar dos de tiro. Um dos autores do vídeo foi baleado por namorada


Um clube de tiro de Goiás fez um vídeo para ironizar uma fala do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sobre criar clubes de leitura e fechar clubes de tiro. Na gravação, presente no Twitter e que circulou nas redes sociais, três integrantes do estabelecimento exibem livros “recheados” com armas de fogo.

“Oi Lula. A gente já começou o clube do livro no TZB em Goiânia (GO). A gente adora você cara. Olha que livro bonito”, afirmou em tom irônico o instrutor de tiros Paulo Bilynskyj, que também é delegado em São Paulo.


Ele aparece nas imagens ao lado de dois outros membros do clube de tiro, em frente a um balcão com quatro livros fechados. Depois da fala de Paulo, os “livros” são abertos e se revelam caixas contendo uma arma de fogo em cada.

O vídeo irônico do clube de tiro TZB faz referência a uma fala de Lula durante um evento com o PSol em 30 de abril deste ano. “Se preparem, porque esses clubes de tiros que foram criados vão fechar, vamos criar clubes de leitura. (…). Em vez de tiros, nós teremos livros”, afirmou o pré-candidato à presidência na ocasião.


Histórico

Paulo Bilynskyj, que aparece falando no vídeo do clube de tiro, ficou conhecido nacionalmente após um grave crime em 20 de maio de 2020, em um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).


A então namorada do instrutor de tiros, Priscila Barrios teria atirado em Paulo seis vezes e depois se matado com um disparo no peito. Ele passou por cirurgia e se recuperou após um período internado. O casal costumava ostentar armas de fogo. O inquérito não foi concluído.

O Metrópoles não conseguiu contato com o delegado ou com o clube de tiro para se manifestar sobre o episódio.


SIGA NOSSO INSTAGRAN

Fonte: metropoles

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page