top of page

Em Goiás Homem bêbado é preso por dirigir, atropelar e matar faxineira no dia do aniversário

Imagem de câmera de segurança mostra quando Fabiana Macedo, de 36 anos, voltava para casa empurrando bicicleta e é atropelada. Família pede justiça: 'Filha toda hora chora'.


Fabiana Macedo voltava do trabalho para casa empurrando bicicleta no acostamento de rodovia, em Itaberaí — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um homem de 33 anos foi preso suspeito de dirigir bêbado, atropelar e matar a faxineira Fabiana Macedo Lima Gonçalves, de 36 anos, no dia do aniversário dela, em Itaberaí, no noroeste de Goiás. Um vídeo mostra quando a mulher voltava do trabalho empurrando uma bicicleta no acostamento da rodovia e, em seguida, o motorista sai da pista e a atropela. Na imagem é possível ver que ela "voa" com o impacto da batida (veja acima).


Como o nome do suspeito não foi divulgado, o G1 não conseguiu localizar a defesa dele para que se posicionasse. O acidente aconteceu no final da tarde de sábado (14), na BR-070. De acordo com a Polícia Militar, o exame de embriaguez do suspeito apontou 0.72% de álcool por litro de ar expelido. A mulher estava voltando para casa para comemorar seu aniversário com o esposo e os dois filhos, de 7 e 11 anos. “Ia levar ela para sair, porque não pode fazer o aniversário. Ia levá-la em uma churrascaria, mas recebi essa notícia ruim”, disse o esposo dela, Fernando Gonçalves.

A Polícia Militar contou que, após o acidente, o motorista, que estava com mais duas pessoas no carro, fugiu do local sem prestar socorro. Ele foi preso em flagrante pela corporação 10 minutos após o ocorrido. Os ocupantes foram liberados após a abordagem. “Eles demonstraram pelo estado de embriaguez que não estavam ligando pelo fato. Acho que não tinham caído em si do que tinham feito. Eles simplesmente fugiram do local”, disse o tenente Claudino Leal. Fabiana Macedo voltava do trabalho para casa empurrando bicicleta no acostamento de rodovia, em Itaberaí — Foto: Reprodução/TV Anhanguera O esposo de Fabiana pede justiça e disse que os filhos estão inconformados com a morte da mãe. “Minha menina é a que mais está sofrendo. Por ser maior, ela já entende. Toda hora está chorando. Eu só quero justiça. Não vai trazer ela de volta, mas a justiça precisa ser feita”, disse o esposo da mulher. O motorista, que não teve a identidade revelada, deve responder pelos crimes de homicídio culposo e omissão de socorro. O delegado Cristian Rosa, responsável pelas investigações, informou que o suspeito seguia detido até as 15h50 desta segunda-feira (16).


Por: Portal Forte News**Com informações do G1 GO



Commentaires


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page