top of page

Em Goiás: Homem diz que ex-mulher jogou soda no rosto dele

Fotos mostram o rosto do jovem enfaixado após queimaduras. Após o ocorrido, a mulher que diz estar grávida também acusou Rafael de agressão e conseguiu medida protetiva contra ele.


Homem denuncia ter sido agredido por ex-mulher, em Aparecida de Goiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um homem denunciou que sua ex-mulher jogou soda cáustica em seu rosto por não aceitar o fim do relacionamento, em Aparecida de Goiânia. Fotos mostram o rosto de Rafael Rosa de Oliveira, de 22 anos, enfaixado após queimaduras. Após o ocorrido, a mulher, que diz estar grávida, também acusou Rafael de agressão e conseguiu medida protetiva contra o jovem. O caso está em investigação pela Polícia Civil.

O g1 não conseguiu localizar a defesa da mulher até a última atualização desta reportagem.

A situação ocorreu no sábado (4). Segundo o jovem, no dia, ele saiu de casa após o término do relacionamento e ido para a casa de um amigo. Horas depois, ele diz que a mulher de 35 anos foi à essa casa e chamou Rafael para conversar.


Durante a conversa, o jovem ainda afirma que, por ela não aceitar o fim do relacionamento, jogou o produto nele e o ameaçou.

"Ela tacou no meu rosto todo. Para mim, meu rosto estava pegando fogo. Saí feito doido gritando por ajuda", relembra Rafael.

Após a data do ocorrido, parentes de Rafael tomaram conhecimento do caso e denunciaram à polícia. As autoridades conseguiram identificá-la e durante depoimento ela relatou relatou um relacionamento conturbado.


À polícia, a mulher relatou estar grávida do jovem e que, desde que engravidou, "ele começou a lhe ofender com palavras". A mulher ainda afirmou ter sido agredida fisicamente por ele.

"Ele lhe agrediu fisicamente apertando seu braço com força, a ponto de gerar hematomas nos seus braços e, por diversas vezes, ele também dizia que ia lhe matar", diz o depoimento da mulher.

A mulher ainda conseguiu uma medida protetiva contra o jovem. A decisão foi expedida pela juíza Patrícia Dias Bretas na segunda-feira e impede que Rafael se aproxime a uma distância inferior a 300 metros dela.

Procurado pelo g1, o irmão de Rafael contou que ele esteve na Delegacia da Mulher prestando depoimento nesta quarta-feira (9).

Recuperação de queimaduras

Rafael contou que após ter a substância jogada em seu rosto, foi socorrido por um vizinho e levado ao Hospital de Olhos de Aparecida (HOA) e depois encaminhado ao Hospital de Queimaduras de Goiânia.

"Fiz uma raspagem, estou todo machucado. Vou fazer um tratamento para os meus olhos, porque um a visão voltou e o outro ainda estou vendo embaçado", relembra o jovem.

Ele ainda afirmou estar com medo e em choque após o ocorrido, de modo a estar recebendo apoio constante de familiares.

"Não estou ficando sozinho, estou com a minha família", complementa.


SIGA NOSSO INSTAGRANFonte: g1 Goiás.

Comentários


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page