top of page

Em Goiás: Mãe apreendida suspeita de agredir filha de 2 meses sacudiu deu tapas até ela morrer

Polícia Civil informou que apenas a mãe, de 17 anos, bateu na menina e o pai ficou olhando. Casal disse estar drogado no momento da agressão.


A adolescente de 17 anos, apreendida suspeita de bater na filha de apenas 2 meses, foi quem agrediu sozinha a menina em casa, em Nazário, no centro de Goiás, segundo o delegado Fernando Martins. O investigador contou nesta terça-feira (13) que a mãe sacudiu e deu tapas na cabeça da filha até ela morrer. O pai presenciou a cena, mas não fez nada. Ele também foi preso.

"Eles foram para um bar com a menina. No local, eles disseram que usaram drogas e discutiram por ciúmes. Já em casa, a discussão continuou e ela pegou a filha que estava num bebê conforto e sacudiu e deu tapas até ela morrer", esclareceu o delegado.


Os nomes dos pais não foram divulgados pela polícia. Por isso, o g1 não localizou a defesa para se manifestar sobre o caso até a última atualização desta reportagem. Os dois estavam detidos até esta terça-feira.

O caso aconteceu no domingo (11). O delegado Fernando Martins contou que os pais ainda levaram a filha até a casa da avó paterna. De lá, a bebê foi levada para um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.


O casal admitiu em depoimento que estava drogado e não negou o crime. Com eles, os policiais apreenderam um pó branco que seria a droga usada no dia do crime (veja acima).

O delegado informou que o Instituto Médico Legal (IML) constatou traumatismo craniano na bebê, porém ainda não emitiu o laudo pericial com a causa da morte.


Fernando Martins ainda informou que a mãe deve responder por ato infracional análogo a homicídio e o pai por homicídio qualificado por motivo torpe, com recurso que dificultou a defesa da vítima.

Fonte: g1 Goiás.

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page