top of page

Em Goiás, Pai negro que foi questionado pela cor de pele do filho bebê, desabafa;



Ele e a esposa receberem comentários ofensivos em uma foto segurando o bebê após o parto em um hospital de Goiânia. Um dos internautas escreveu: ‘Não tem cabimento pais negros gerarem filho branco’.

O pregador evangélico Marcos Davis, de 30 anos, desabafou nas redes sociais após ser questionado pela cor de pele do filho recém-nascido. O desabafo aconteceu depois de ele e a esposa receberem comentários ofensivos ao postarem uma foto segurando o bebê após o parto em um hospital de Goiânia.

“Não queríamos nos expor e expor nosso filho dessa forma. Mas isso é inadmissível, é desrespeitoso, é desumano”, escreveu. A postagem feita pelo pregador expõe ainda alguns dos comentários que ele e a esposa, Débora Davis, afirmam ter recebido após o nascimento do filho, Noah Davis, no último dia 19 de agosto. Um dos internautas, segundo o pai, escreveu: “Não tem cabimento pais negros gerarem filho branco”.


Na postagem feita por ele, várias pessoas deixaram comentários em apoio à família. “Isso é um absurdo. Como podem definir a genética de uma criança através de sua cor?”, questionou uma internauta.

O pregador finaliza o texto afirmando que preferiu não registrar nenhuma denúncia sobre os ataques sofridos, mas que pode mudar de ideia caso eles continuem.

“Se você não tem empatia, tenha, pelo menos, respeito pela vida e família dos outros. Não use suas mãos, seus dedos, sua boca para ferir, atacar os outros através de comentários como esses”, afirmou.


Por: Portal Forte News**Com informações do G1 GO



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page