top of page

Em menos de 12h: Polícias de Goiás solucionam roubo milionário a joalheria

Após trabalho integrado, PMGO chega a autores e recupera mais de R$ 5 milhões em itens roubados. Cinco homens morreram em confronto com a Polícia. Duas mulheres foram presas



A Secretaria de Estado da Segurança Pública, por meio de suas forças de Segurança, solucionou roubo milionário em joalheria do Shopping Flamboyant, em menos de 12 horas depois do crime. Após diligências e informações compartilhadas entre as Polícias Civil e Militar, equipes da Rotam, do Comando de Policiamento Especializado de Aparecida e do Giro, sob comando do Comando do Policiamento da Capital, chegaram ao paradeiro dos criminosos.


Os cinco homens que participaram do roubo são de fora do Estado de Goiás. Eles estavam escondidos numa chácara, em Senador Canedo. Segundo o Comandante do Policiamento da Capital, Cel. Câmara, a PMGO começou a agir imediatamente após receber a denúncia do crime. “Através das imagens das câmeras de segurança e da identificação de placas, nós começamos a rastrear e diminuir o raio de fuga deles. Começamos pela BR-153 e a descartamos. Depois focamos na GO-020 e constatamos que eles não haviam passado pela barreira da PM. Visitamos chácara por chácara e conseguimos identificar os veículos usados no crime em uma delas”, informou o Comandante.


Após identificarem o local, os policiais militares procederam à averiguação e foram recebidos a tiros. De acordo com a SSP os militares agiram no estrito cumprimento do dever legal e de legítima defesa, reagindo à agressão. “Fomos recebidos com muita violência. Eles reagiram de forma injusta e violenta à ação policial. Eram cinco indivíduos armados. Todos com várias passagens pela polícia do Estado de São Paulo”, descreveu o Comandante do Policiamento da capital. A PMGO apreendeu cinco armas de fogo e munições utilizadas pelos homens durante a troca de tiros.


Duas mulheres, que compõem a associação criminosa, foram presas em flagrante e encaminhadas à Polícia Judiciária. “Elas participaram ativamente da ação e fazem parte dessa associação criminosa. Uma delas chegou a filmar, fazendo o reconhecimento da loja. E hoje está aqui, presa. As duas não reagiram à abordagem da Polícia”, ressaltou o Coronel Câmara.


Os três carros usados no crime e flagrados pelas câmeras de segurança foram apreendidos e os objetos roubados foram recuperados. O material estaria avaliado em mais de R$ 5 milhões. Relógios, broches e canetas de marcas famosas já foram devolvidos à joalheria.

Segundo o que foi apurado, os criminosos seriam do Estado de São Paulo. A quadrilha é suspeita de cometer crimes na capital paulista e em cidades do interior, além de cidades de Minas Gerais. Eles teriam planejado o assalto a joalheira por mais de dois meses.

Secretaria de Segurança Pública de Goiás – Governo de Goiás

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page