top of page

Estagiários da Polícia Civil são afastados por participarem de ataques em Brasília

Em um dos casos, estudante filmou entrada no Congresso Nacional durante invasão. Delegado-geral informou que servidor de carreira 'possivelmente deve ser afastado'.


Dois estagiários da Polícia Civil foram afastados por participar do ato antidemocrático em Brasília no domingo (8). Segundo o delegado-geral, Alexandre Lourenço, em um dos casos, há vídeo do estudante entrando no Congresso Nacional durante a invasão. Um policial civil está sendo investigado também por envolvimento na ação.

Os nomes deles não foram divulgados e, com isso, o g1 não conseguiu pedir um posicionamento sobre o caso até a última atualização dessa reportagem.

“A Polícia Civil afasta dois estagiários, nesse momento, que foram identificados. Um servidor de carreira foi identificado agora, estamos apurando e possivelmente deve ser afastado e responsabilizado”, disse o delegado-geral.


O delegado-geral informou ainda que não há registro de prisões no estado de Goiás por ligação com o ato antidemocrático. Ainda serão feitas análises de materiais apreendidos em ônibus que levaram os manifestantes radicais. Caso sejam encontrados novos elementos, poderão ser feitas prisões.


Polícia Militar

O policial de Goiás Silvério Santos, que postou fotos durante a invasão do Congresso Nacional, em Brasília, foi afastado nesta segunda-feira (9), segundo o governador Ronaldo Caiado (UB). Na publicação em uma rede social, o militar convocou os seguidores para participar da invasão.


Caiado informou que, além de afastado, o militar foi apresentado à Corregedoria da Polícia Militar. Um procedimento administrativo disciplinar foi aberto para apurar o fato.

“É um policial que estava na ativa, estava em seu horário de folga e esse procedimento é para ver a conduta dele durante essa manifestação”, disse o secretário de Segurança Pública, coronel Renato Brum.

Fonte: g1 Goiás.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page