top of page

Estudante denuncia racismo em colégio militar no Entorno do DF

Segundo a adolescente de Luziânia (GO), professor disse que chamaria mãe dela na escola só porque ela é “preta”. Polícia Civil investiga


Uma estudante de um colégio militar de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal (DF), denunciou que foi vítima de um comentário racista por parte de um professor durante uma aula.


O caso teria acontecido em 29 de outubro deste ano no Colégio Estadual Cívico-Militar Maria Abadia Meireles Shinohara e a aluna fez um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

“Só porque eu era preta”

A estudante relata que o crime aconteceu logo depois da troca de professor.

“Tinha muitas pessoas conversando na sala. No momento que tinha as pessoas conversando, o professor disse que ia chamar minha mãe na escola só porque eu era preta. Eu registrei o boletim de ocorrência. Não vou deixar isso impune e vou atrás dos meus direitos”, declarou a adolescente.

Ela chegou a divulgar um vídeo sobre o assunto nas redes sociais, onde faz a denúncia.

Investigações

A Polícia Civil de Goiás informou que o caso está sendo investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depai), mas que não irá se manifestar no momento para preservar as investigações.


Os colégios cívico-militares não são totalmente militarizados, mas têm uma equipe de tutores formada por militares da reserva.

Procurado pelo Metrópoles, o superintendente de colégios militares e segurança escolar de Goiás, coronel Mauro Vilela, informou que será aberto um processo administrativo para apurar a situação e que a aluna está sendo acompanhada por uma psicóloga da prefeitura de Luziânia.

“Foi feita a coleta de dados preliminares em relatório da coordenação regional de educação de Luziânia, encaminhados para a corregedoria da Secretaria de Educação”, explicou o oficial.

O professor denunciado continua a dar aulas de matemática, acompanhado pela gestão da escola. A aluna também está tendo aulas.



コメント


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page