top of page

Grupo é preso suspeito de sequestrar e tentar matar adolescente no lugar do irmão dele, em Goiás


Quatro homens foram presos suspeitos de sequestrar e tentar matar adolescente no lugar do irmão dele, em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Polícia Militar informou que quatro integrantes de facção criminosa receberam ordem para matar um rival. Ao chegar na casa do alvo, ele não estava e, por isso, eles sequestraram o irmão dele, de 14 anos. Menor foi atingido com pelo menos sete tiros e levado ao hospital.

Quatro homens foram presos suspeitos de sequestrar e tentar matar um adolescente em Goiânia. Segundo a Polícia Militar, eles integram uma facção criminosa e receberam ordem para matar um rival. No entanto, quando foram até a casa dele, o alvo não estava e, por isso, eles levaram o irmão dele, de 14 anos (veja vídeo acima). O menor foi atingido com pelo menos sete tiros e levado ao hospital.

Como os nomes dos detidos não foram divulgados, o G1 não conseguiu localizar as defesas deles para que se posicionem.

O sequestro aconteceu na noite de segunda-feira (17), por volta de 19h50. Câmeras de vigilância registraram quando os homens chegaram de carro na casa da vítima e, minutos depois, saíram levando o adolescente (assista acima). Após buscas, os suspeitos foram localizados pela PM e presos na noite do dia seguinte.

Segundo o tenente Adriano Lima Soares, da Polícia Militar, o suposto mandante do crime é um detento da Casa de Prisão Provisória, que seria um integrante de uma facção criminosa que atua na região noroeste de Goiânia. “Essa situação se deu devido a uma briga de facções. Um indivíduo pertencia a uma facção e passou para outra, e os membros da primeira facção a qual ele pertencia não aceitaram essa situação e foram em busca de uma vingança”, disse. De acordo com o policial, os quatro foram até a casa do jovem e, como não o encontraram, levaram o irmão dele. “Chegando na casa, o alvo não se encontrava, e quem estava era o irmão dele, de apenas 14 anos. Então, eles realizaram o sequestro dele, o levaram para outro setor e, a partir desse momento, passaram a exigir do alvo que ele aparecesse, se não, o irmão seria morto”, disse. Como o irmão não compareceu ao local solicitado pelos criminosos, eles atiraram pelo menos sete vezes contra a vítima e a deixaram em uma estrada. O adolescente foi encontrado, desacordado, por populares da região, no Setor JK, que acionaram a Polícia Militar.

“O alvo não quis aparecer, então, eles levaram esse menor para uma estrada vicinal e efetuaram vários disparos contra ele. Nessa estrada, trabalhadores e moradores que passam por ali visualizaram o rapaz, pensaram até que já estava em óbito e acionaram a Polícia Militar. Foi acionado o socorro. A criança ainda estava com vida e, no momento, está em estado grave no hospital”, disse o militar.

Até a manhã desta quarta-feira (19), o menor estava em estado grave no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), segundo o tenente. Como o nome do adolescente também não foi divulgado, o G1 não conseguiu atualizar o estado de saúde dele junto ao hospital. Os quatro foram encaminhados para Delegacia de Investigação de Homicídios e, segundo a polícia, vão responder, inicialmente, por extorsão mediante sequestro, na qualificação de lesão grave. Se condenados, eles podem cumprir pena de 16 a 24 de prisão.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page