top of page

Homem é preso por chamar a mulher de macaca e ameaçar matá-la por não deixar sorvete pra ele


Homem é preso suspeito de ameaçar mulher de morte, em Guapó — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 56 anos foi preso suspeito ameaçar matar a esposa, de 49 anos, depois de a mulher tomar um sorvete e não deixar pra ele, em Guapó, na Região Metropolitana da capital. De acordo com o delegado André Veloso, o suspeito teria chamado a mulher "macaca", praticando injúria racial.


A prisão foi realizada na tarde de segunda-feira (28). Como o nome do suspeito não foi divulgado, o g1 não conseguiu localizar a defesa dele até a última atualização desta reportagem.


Segundo a polícia, o suspeito e a vítima são casados há cerca de 26 anos. De acordo com a investigação, após a mulher comer o sorvete, o suspeito jogou todo o restante de comida que tinham fora para que a esposa dormisse com fome.

Os policiais ainda explicaram que o homem ameaçou a mulher dizendo que iria "picotá-la na faca", caso ela denunciasse a situação, que foi presenciada pela filha do casal.


Ainda segundo a polícia, foram anexados aos autos alguns prints e áudios que mostram que as injúrias (raciais e não raciais) e ameaças contra a vítima eram recorrentes.

"Depois dessa Maria da Penha as mulheres estão assim: elas pensam que podem irritar o marido, perturbar ele, enfezar em 24 horas que não dá nada. Maria da Penha entra na frente delas na hora de levar umas bofetadas", disse o homem em um dos áudios.

Fonte: metropoles.



Comentarios


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page