top of page

Homem é preso suspeito de tentar queimar casa da ex com vazamento de gás, em Goiás



Segundo relato da vítima à polícia, ela viu a armadilha feita pelo ex-marido ao chegar em casa e escutar o gás vazar. Batalhão Maria da Penha informou que a ação foi motivada pelo suspeito não aceitar o fim da relação.

Um homem foi preso suspeito de tentar queimar a casa da ex com vazamento de gás, em Goiânia. Segundo o Batalhão Maria da Penha, da Polícia Militar, a ação foi motivada pelo suspeito não aceitar o fim da relação.

A armadilha aconteceu na última sexta-feira (6) e o homem foi preso na manhã do sábado (7), no Jardim Curitiba. Segundo a Polícia Militar, a vítima e o suspeito tiveram um relacionamento de 7 anos e estavam separados há poucos dias.

A mulher contou à polícia que, na quinta-feira (5), o ex-marido foi até a residência buscar as coisas dele e insistiu para encontrá-la, mas ela se sentiu intimidada e não foi. Por receio, a vítima dormiu fora e só retornou para casa na noite de sexta.

Ao chegar em casa e abrir a porta, a mulher percebeu que as luzes estavam acesas, as janelas fechadas e escutou o barulho do gás vazando.

“O registro do botijão estava suado de tanto que o gás descia e subia”, contou a vítima à polícia.

Segundo a major Marinéia Mascarenhas, comandante do Batalhão Maria da Penha, ao g1, a vítima ficou assustada e pediu ajuda para um vizinho. Eles conseguiram desligar o gás e abriram as portas, evitando uma explosão.

Conforme o relato da vítima, o ex-marido quebrou a Smart TV do quarto dela e a geladeira. Além disso, ele levou o celular da filha dela, que estava em um dos quartos da casa, e algumas lingeries.


Segundo a major Marinéia, a vítima registrou o boletim de ocorrência e a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) acionou o Batalhão Maria da Penha para procurar o suspeito. A polícia informou que, ao ser encontrado, o homem não resistiu a prisão e confessou.

"Quando o agressor foi preso pela equipe do Batalhão, ele confirmou que deixou o gás ligado intencionalmente”, explicou a comandante do Batalhão Maria da Pena.

A vítima informou que o relacionamento era conturbado e que já tinha recebido ameaças. Em uma delas, o homem disse que ela não servia para ter família. Na noite da armadilha, a filha da vítima, de 14 anos, estava com ela. Segundo a mulher, o ex-marido não pensou nem na adolescente.

Segundo a delegada Ana Scarpelli, da Deam, o homem foi preso em flagrante e deve passar pela audiência de custódia neste domingo (8). Além disso, no momento da prisão também foi solicitada medidas protetivas para a mulher.

Fonte: g1 Goiás..

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page