top of page

Homem morre após defender mulher que se recusou a dançar em bar

A companheira da vítima também foi esfaqueada e encaminhada ao hospital. Crime ocorreu em um bar de Ceilândia


Um homem de 46 anos foi assassinado a facadas em um bar localizado na QNM 2/4, em Ceilândia, após tentar defender duas mulheres de assédio. Três suspeitos de cometerem o crime acabaram presos momentos depois pela Polícia Militar, na madrugada deste sábado (10/9).

Segundo a corporação, os criminosos também esfaquearam a esposa da vítima, de 42 anos. Ela foi socorrida pelos bombeiros e levada ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC).


Testemunhas relataram que o casal estava com uma sobrinha no bar. Três homens tentaram dançar com as duas mulheres. Elas se recusaram, mas os criminosos não desistiram e passaram parte da noite importunando a família. Incomodado, o marido de uma delas conseguiu afastar o trio.


Quando o homem foi ao banheiro, os três voltaram a importunar as vítimas. Como elas continuavam a se esquivar, um deles, o de 31 anos, pegou uma faca e atingiu a mulher. O marido tentou ajudá-la, mas também foi esfaqueado por um dos três criminosos. O homem morreu no local.

O homem de 31 anos estava acompanhado de um de 47 e de outro de 52. O trio fugiu em um carro.

Pouco tempo depois do crime, os policiais militares localizaram o veículo e prenderam os três acusados pelo crime. Dentro do carro, os PMs encontraram duas facas usadas no crime. Elas ainda estavam sujas de sangue.

O trio foi preso em flagrante e levado à 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia). Não há informações atualizadas sobre o estado de saúde da mulher.

Fonte: metropoles.

Comentários


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page