top of page

Homem se passa por cliente para estuprar mulher que vendia moto na frente da filha dela em Goiás

Delegado informou que suspeito confessou o crime e alegou que 'estava com depressão e se sentindo sozinho'. Corporação acredita que haja outras vítimas dele.


Um homem de 49 anos foi preso suspeito de se passar por cliente para estuprar uma mulher que vendia uma moto, em Uruaçu, no norte de Goiás. O delegado Peterson Amin, responsável pelo caso, informou que o crime foi cometido na frente da filha da vítima de 2 anos. Um vídeo mostra quando suspeito chega detido na delegacia.


O G1 não conseguiu localizar a defesa do investigado até a última atualização desta reportagem.

O mandado de prisão temporária contra Joselino Joaquim de Oliveira foi cumprido na tarde de quinta-feira (10). O delegado disse que ele confessou o crime e alegou que estava com problemas psicológicos.

“Ele confessou o crime de forma parcial, mas para gente foi suficiente para confirmar a prática. Ele alegou que estava com depressão e se sentindo sozinho”, disse o delegado.

O caso aconteceu no dia 22 de maio deste ano. Conforme a polícia, a mulher de 25 anos havia anunciado a venda de uma moto na internet. Ainda conforme os policiais, o suspeito entrou em contato com ela querendo ver o veículo e combinaram de irem juntos.

Conforme a investigação, o suspeito buscou a vítima, que estava acompanhada de filha, para irem ao local em que estava a moto. No entanto, conforme apuração policial, o investigado desviou o trajeto e dirigiu-se para a sua residência, onde estuprou a vítima na presença da criança.

Amin informou ainda que, após a ocorrência do crime, o investigado passou a oferecer carros, motos e dinheiro para que a vítima não o denunciasse à polícia. A corporação acredita que existam outras vítimas do suspeito.

“Outras três vítimas procuraram a delegacia. Ele sempre agia do mesmo jeito, inclusive oferecendo bens materiais para que não fosse denunciado. Vamos ouvi-las ”, disse o delegado.

Após detido, o suspeito foi encaminhado ao presídio da cidade. Ele vai responder pelo crime de estupro e coação no curso do processo.



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page