top of page

Jovem é preso suspeito de participar da morte de idoso durante roubo, em Goiânia

Segundo a Polícia Militar, objetos encontrados com o homem são idênticos aos itens levados da casa onde o idoso foi achado morto.


Walter Pereira, de 68 anos, morava sozinho e foi encontrado amarrado e com sinais de espancamento em Goiânia — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um jovem de 19 anos foi preso suspeito de participar do assassinato de um idoso de 68 anos, no bairro Vila Irany, em Goiânia. Segundo a Polícia Militar, os itens encontrados com o suspeito correspondem com os objetos levados da casa do aposentado Walter Pereira.

Por não ter a identidade divulgada, o G1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito até a última atualização desta reportagem.

A prisão do jovem ocorreu na sexta-feira (23). Imagens de câmeras de segurança registraram quatro homens passando pela rua da casa do idoso no dia do crime. De acordo com a Polícia Militar, uma denúncia anônima informou que os suspeitos poderiam estar em uma residência no setor Campinas, onde o jovem foi encontrado. “A versão dele é de que ele participou, que era um dos quatro indivíduos filmados na câmera de segurança, mas disse que ficou do lado de fora da casa. O que foi abordado , mas conseguiu fugir, tem 16 anos", explicou o capitão do 9º batalhão da Polícia Militar, Gustavo Arantes. Ainda segundo o policial, também participaram da ação um jovem de 27 anos e outro suspeito que ainda não foi identificado, todos com passagem pela polícia. Câmera de segurança filma suspeitos da morte de idoso de 68 anos, em Goiânia — Foto: Divulgação/PM GO Uma televisão, micro-ondas, forno elétrico, notebook, serra mármore e uma furadeira, mesmos itens levados da casa do idoso, foram encontrados na residência em que o suspeito foi preso. Já o carro da vítima havia sido encontrado abandonado na Avenida Leste-Oeste. O corpo de Walter foi encontrado pelo sobrinho na quinta-feira (22). Ele relatou aos policiais que o tio morava sozinho. Segundo a polícia, o idoso estava com os braços e pernas amarrados e possivelmente asfixiado com um pano no pescoço. Ainda de acordo com a Polícia Militar, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Investigações Criminais (Deic), onde o caso segue em investigação.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page