top of page

Médica denuncia que foi agredida com chutes por filha de paciente em hospital de Goiás

Eny Godinho contou que está com a perna cheia de hematomas e feridas. Enfermeira que estava na unidade médica levou um tapa no rosto e teve corte na boca.


Perna da médica Eny Godinho ficou com vários hematomas após ser agredida em hospital de Monte Alegre de Goiás — Foto: Eny Godinho/Arquivo Pessoal

A médica Eny Cristina da Cunha Godinho Aires, de 51 anos, disse que que foi agredida com chutes pela filha de um paciente durante o plantão de domingo (3) no Hospital Municipal de Monte Alegre de Goiás. A profissional contou que vai representar criminalmente contra a suspeita por lesão corporal.

"Fui pedir para ela [acompanhante] parar de gritar para que eu pudesse examinar o pai dela, e ela já partiu pra cima. Ela ainda me chutou quando estava algemada pela polícia", contou a médica.


A Polícia Civil informou nesta terça-feira (5) que foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por lesão corporal dolosa.

O secretário municipal de Saúde, Walmir Júnior, relatou que a suspeita também agrediu uma enfermeira durante o mesmo plantão.

A médica Eny Godinho explicou que a enfermeira de plantão estava na mesma sala da emergência retirando pontos de uma cirurgia.

"Ela foi me defender, pedir para ela sair da sala, para que nós pudéssemos atender o pai da agressora, foi onde ela levou a mão no rosto da enfermeira também. Todo o meu tempo de formada sempre trabalhei em emergência e nunca me ocorreu tamanha crueldade", detalhou Eny Godinho.


SIGA NOSSO INSTAGRAN

Fonte: metropoles

留言


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page