top of page

Madrasta é suspeita de agredir enteada de 2 anos em Goiás

Cmei acionou o Conselho Tutelar após mulher contar que menina caiu de bicicleta. Criança segue internada.


Uma madrasta é suspeita de agredir a enteada de 2 anos e meio, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás. Segundo o Conselho Tutelar, a menina chegou ao Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) com um ferimento no olho, momento que a diretora desconfiou da alegação da mulher e levou a aluna um hospital.

Como o nome da mulher não foi divulgado, o g1 não conseguiu localizar a defesa dela para que se posicionasse até a última atualização desta reportagem.

O caso foi registrado na Polícia Civil, na quarta-feira (26). Conforme o conselho, ao ser questionada pela escola, a madrasta contou que a enteada havia caído de bicicleta e machucado o olho. Porém, ao chegar ao hospital, os médicos notaram que o ferimento não parecia ser de uma simples queda.


O conselho foi acionado e uma pediatra contou que, possivelmente, o hematoma seria de uma agressão.

“A madrasta passou para a gestora que a criança estava brincando no quintal enquanto ela estava tomando banho, quando caiu. Afastamos a madrasta da criança e ela ficou com o pai no hospital”, disse o conselho Walner Martins.

Ainda de acordo com o conselho, existiam sinais no corpo da criança já tardios, mas não é possível afirmar que é de agressão. A família já era acompanhada pelo órgão após episódios de conflito no relacionamento do casal.

“Ainda não temos o laudo policial. O pai estava trabalhando quando tudo aconteceu, e ele nega que a madrasta teria capacidade de agredir a filha”, disse o conselheiro.

Ainda de acordo com o conselho, a menina segue internada, em observação e o estado de saúde é estável. O caso segue em investigação na Polícia Civil.

Fonte: g1 Goiás.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page