top of page

Mulher confessa que usava nome da primeira-dama Gracinha Caiado para dar golpe de R$ 1 milhão


Primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado — Foto: Reprodução/Instagram


Ela vendia produto agropecuário acima do preço de mercado dizendo que o valor seria usado para ações sociais. Polícia diz que ela se passava por outras pessoas há sete anos para cometer o crime.

Uma mulher de 51 anos confessou que usava o nome da primeira-dama de Goiás, Gracinha Caiado, para aplicar golpes em fazendeiros de Goiás e Mato Grosso. A Polícia Civil estima que, durante sete anos, ela tenha causado um prejuízo de R$ 1 milhão às vítimas. Ela vendia um produto agropecuário acima do valor de mercado dizendo que o valor seria usado para ações sociais.


Ela foi presa na terça-feira (5) em Catanduva, no interior de São Paulo, e levada para um presídio goiano. Na casa dela foram encontradas anotações com o nome de cerca de 50 vítimas feitas nos últimos meses.

"O produto que ela vendia custava no máximo R$ 600. Ela ligava para os fazendeiros e vendia por R$ 2,4 mil. Mas as vítimas não queriam o produto em si, eles compravam pensando em ajudar nos trabalhos sociais", disse a delegada Sayonara Lemgruber.

O g1 entrou em contato com a assessoria do governo estadual às 11h desta quinta-feira (7), mas não teve retorno até a última atualização dessa reportagem.


A polícia disse que a mulher se passava por primeiras-damas há sete anos e fazia, em média, 10 vítimas por mês, sendo metade em Goiás e metade no Mato Grosso. Com o dinheiro recebido das vítimas, ela comprava o produto agropecuário pela internet e enviava para os fazendeiros por meio de uma empresa de transportes.


“A investigação começou este ano depois que uma vítima de Nova Crixás nos procurou dizendo que tinha comprado os produtos, mas, depois de algum tempo, passou a acreditar que não estava falando com a primeira-dama”, contou a delegada.

A mulher, que não tinha antecedentes criminais, vai responder por estelionato.


SIGA NOSSO INSTAGRAN

Fonte: g1 Goiás

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page