top of page

Mulher diz em depoimento que filha tentou ajudá-la enquanto era esfaqueada por ex-namorado

Lalhia Lopes, de 25 anos, levou diversas facadas e morreu no hospital. Ela mandou mensagem para a mãe pedindo socorro antes de ser atacada.


Lalhia Lopes morreu após ser esfaqueada pelo ex-namorado em Formosa, Goiás — Foto: Reprodução/Instagram

A mãe da Lalhia Lopes disse em depoimento à Polícia Civil que sua filha tentou ajudá-la enquanto era esfaqueada pelo ex-namorado da jovem dentro de casa, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Lalhia, que tinha 25 anos, foi atacada pelo ex e pediu socorro à mãe, mas levou diversas facadas e morreu no hospital.

"Ele [ex-namorado] a golpeou muitas vezes. A mãe começou a sangrar pela boca, acredita que ele pensou que a depoente estava morta. Sua filha sai do banheiro pedindo para ele não matar sua mãe, e corre em direção à porta da frente", contou a mãe no depoimento à Polícia Civil.


O g1 não localizou a defesa de Vinicíus para se manifestar sobre a denúncia até a última atualização dessa reportagem. Ele foi denunciado pelo Ministério Público por feminicídio, no caso de Lalhia, e tentativa de feminicídio contra a mãe dela.

O crime aconteceu em 17 de fevereiro na casa da Lalhia. O ex-namorado Vinícius Barbosa Dias, de 25 anos, invadiu a casa da ex, esfaqueou ela e a mãe e fugiu da cidade, segundo a Polícia Civil, mas foi localizado e preso pela Polícia Militar a 227 km de distância, em Anápolis.


A jovem trabalhava como operadora de caixa em uma farmácia. O enterro aconteceu em 18 de fevereiro, em um cemitério de Formosa, e comoveu parentes e amigos. Lalhia deixa dois filhos, de 7 e 3 anos.

A mãe dela ficou uma semana internada em um hospital da cidade e recebeu alta em 22 de fevereiro.

Crime

A investigação da Polícia Civil apontou que Lalhia estava em casa quando foi surpreendida pelo ex-namorado. Eles discutiram e o jovem a atingiu com facadas.

Ela se trancou no banheiro e mandou mensagens pedindo socorro para a mãe e que ela chamasse a polícia. Como a mãe mora na rua de cima à casa dela, saiu correndo para ajudar a filha. No local, ela foi esfaqueada pelo jovem.

Ouvindo os gritos da mãe, Lalhia saiu desesperada do banheiro para ajudá-la, e foi atacada novamente. O homem, então, fugiu da residência.

A família contou que Lalhia e o suspeito namoraram pouco menos de 2 meses e estavam separados há quase 1 ano, quando ela terminou o relacionamento. Mesmo assim, o homem fazia várias ameaças de morte contra a jovem.

Fonte: g1 Goiás..

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page