top of page

“Não vai ter lockdown nacional”, garante Bolsonaro

Presidente é contra medidas restritivas à circulação. O Brasil, considerado epicentro da doença, tem quebrado recordes de casos e mortes


Igo Estrela/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar decretos de isolamento social, medida restritiva adotada para controle da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Nesta quarta-feira (7/4), em viagem a Chapecó, em Santa Catarina, o chefe do Palácio do Planalto descartou um “lockdown nacional”.


“Não vai ter lockdown nacional, como alguns ousam dizer por aí, que as Forças Armadas deveriam ajudar governadores em medidas restritivas. O nosso Exército Brasileiro não vai à rua para manter o povo dentro de casa”, afirmou.

O Brasil tem mais de 13,1 milhões de casos confirmados do novo coronavírus e 337 mil óbitos em decorrência da doença. O Ministério da Saúde aplicou 23 milhões de doses da vacina (entre primeira e segunda doses). Atualmente, o país é o epicentro da doença no mundo.

Desde o início da pandemia, o presidente manifestou-se contrariamente a medidas como isolamento social, fechamento de setores da economia e uso de máscara. Ele chegou a recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar decretos de governadores.

Agenda no Sul

O chefe do Executivo federal visitou o Centro Avançado de Atendimento à Covid-19 no estado. Estavam presentes no evento o prefeito de Chapecó, João Rodrigues (PSD), e a governadora em exercício de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido).

Acompanham o presidente na agenda no Sul do país os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga; das Relações Exteriores, Carlos Alberto França; do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno; e da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni.

Após Chapecó, Bolsonaro terá agenda em Foz do Iguaçu (PR), para acompanhar o término da obra da pista de pouso e decolagem, além de inaugurar o novo pátio de manobras e a duplicação da via de acesso ao aeroporto da região.

O titular do Planalto também participará da cerimônia de posse do novo diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general João Francisco Ferreira.

À noite, em São Paulo, o presidente vai se reunir com grandes empresários brasileiros. O objetivo do encontro, articulado pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, é reaproximar o mandatário da República dos responsáveis pelo mercado financeiro.


Por: Portal Forte News **Com informações do metropoles



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page