top of page

No DF: Conselheiro tutelar pagará R$ 2 mil à mulher que o acusou de assédio

Néliton Portuguez de Assunção foi acusado de assediar sexualmente uma mulher que o procurou para acompanhamento psicológico do filho


O conselheiro tutelar Néliton Portuguez de Assunção aceitou a transação penal oferecida pelo Ministério Público e pagará R$ 2 mil para a mulher que o denunciou por assédio sexual.

Assunção foi acusado de assediar uma mulher que o procurou para pedir acompanhamento psicológico para o filho. Em um dos atendimentos, conforme depoimento da vítima à polícia, o conselheiro teria dito para a mulher: “Você desperta os meus instintos mais sacanas”.

Ainda de acordo com o relato, que consta em boletim policial, o suspeito teria continuado com os assédios. “Se você trepar o tanto que é bonita, você é a mulher perfeita”, teria dito.

O Juizado Especial Cível e Criminal do Riacho Fundo homologou, no último dia 29 de maio, a transação penal assinada por Assunção. Em outras palavras, ele aceitou cumprir a pena antes de ser julgado, para dar fim ao processo. Ele poderá pagar os R$ 2 mil em forma de doação à vítima, em até cinco parcelas de R$ 400.

SIGA NOSSO INSTAGRAN Fonte: metropoles.

コメント


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page