top of page

Nova Venezuela? Pobreza avança na Argentina e atinge 42% da população

De acordo com estudos, o isolamento social rígido teria agravado os três anos de recessão que o país enfrenta


O Instituto Nacional de Estatística e Censos da Argentina (Indec) divulgou uma pesquisa que demonstra que a pobreza atingiu 42% da população do país no segundo semestre de 2020.

No total, mais de 12 milhões de pessoas estão em situação de risco devido às condições da economia argentina. O avanço da pobreza no país já é considerado a maior crise econômica da história da Argentina.


De acordo com o estudo, os principais motivos da ruína financeira são os três anos de recessão econômica causados pelo governo socialista e também o isolamento social extremo, adotado no combate à pandemia.

Desde os primeiros casos de covid-19 no país, o presidente Alberto Fernández apostou em um rígido sistema de lockdown, o que pode ter enfraquecido ainda mais a economia argentina.


Por: Portal Forte News **Com informações do olivre



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page