top of page

Pastor investigado em escândalo do MEC pede oração para Lula

Sem citar o nome de Lula, o pastor Gilmar Santos disse que a orientação bíblica é de que fiéis orem pelo governo do presidente eleito


O pastor Gilmar Santos, investigado por suspeita de atuar como lobista do Ministério da Educação (MEC) do governo de Jair Bolsonaro (PL), publicou um vídeo nesta segunda-feira (31/10) com orientação para os fiéis em relação ao resultado das eleições de 2022, que teve o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) eleito para a Presidência. O pastor é presidente da Assembleia de Deus Ministério Cristo Para Todos, com sede em Goiânia (GO).

Na gravação de 10 minutos, o líder religioso disse que “muitos de nós ficamos abatidos” com o resultado que veio das urnas e que “nós aprendemos” a amar o presidente Bolsonaro. No entanto, ele defendeu que vivemos em uma democracia e que a igreja deve orar pelo presidente eleito.


“Vamos orar por nosso presidente ainda em exercício. Nós aprendemos a amá-lo, presidente Jair Messias Bolsonaro. Orar por ele para que Deus continue sendo com ele. Orar por sua esposa, que deixou evidente que ela é uma serva de Deus convicta e autêntica. (…). E vamos sim, orar pelo presidente eleito, pelo governo que ele vai organizar, pelos seus ministros. Nós devemos orar!”, afirmou o pastor sem citar o nome de Lula.

Gilmar Santos chegou a ser preso pela Polícia Federal, que investigava esquema de propinas pagas por prefeitos para angariar obras junto ao MEC. Prefeitos denunciaram em março deste ano que receberam pedido de propina do assessor direto de Gilmar.


Respeitar autoridades

Ainda no vídeo sobre a eleição, o líder da Assembleia de Deus leu trechos da Bíblia, que, segundo ele, demonstram a necessidade de obedecer as autoridades.

“Governo, hoje, não é teocrático. No Antigo Testamento, era teocrático. Agora é democrático”, afirmou Gilmar Santos.

O pastor ainda orientou os fiéis a não entrarem em contendas com a família, no trabalho e na igreja. Além disso, ele defendeu que só se deve desobedecer a autoridade se for para não negar Jesus Cristo.

Fonte: metropoles.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page