top of page

Porteirão, no “coração” do agro em GO, lidera infecção por Covid no país

Porteirão, cidade goiana com menos de 4 mil habitantes, já teve 40% da população contaminada pela Covid-19. É o maior índice do país


Na pequena Porteirão, cidade com menos de 4 mil habitantes e que fica entre as regiões mais fortes do agronegócio em Goiás (sudoeste e sul), é difícil encontrar uma residência em que ninguém tenha contraído o novo coronavírus. Rodeada por lavouras e com painéis de apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na entrada e na saída do perímetro urbano, a cidade possui o maior percentual do Brasil de casos da doença, em relação ao total da população.

De cada 10 moradores do município, quatro tiveram Covid-19, desde o início da pandemia. Em números absolutos, de uma população estimada em 3.931 pessoas, conforme projeção de 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 1.562 testaram positivo até sexta-feira (4/6). Isso representa 39,7% dos moradores de Porteirão. “Aqui, foi geral”, revela a coordenadora da Vigilância Epidemiológica da cidade, Lurian de Oliveira Borges.


O levantamento foi realizado pelo (M)Dados, núcleo de análise de grande volume de informações do Metrópoles, com base nos números coletados na plataforma colaborativa Brasil.io e também nos dados fornecidos pela Prefeitura Municipal de Porteirão.


A cidade tem perímetro urbano (70 quadras) menor que muitos bairros de Goiânia. Em visita a Porteirão, a reportagem do Metrópoles constatou que o uso de máscaras, uma das principais medidas de proteção durante a pandemia, não é um hábito recorrente entre os moradores. Nas ruas, percebe-se muita gente burlando as regras sanitárias ou utilizando o item de maneira errada (no queixo ou sem tapar o nariz).


Segundo a prefeitura da cidade, o alto índice de casos confirmados se deve às testagens constantes e também à dificuldade de conscientização da população, que segue o discurso de que a doença é apenas uma “gripezinha”, termo que chegou a ser utilizado por Bolsonaro para se referir à Covid-19.

Por: Portal Forte News**Com informações do metropoles


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page