top of page

Prefeito é preso em Goiás por suspeita de envolvimento em crime sexual contra menor

Promotor informou que Assis Peixoto foi detido em Goiânia. Mandados de buscas também foram cumpridos na cidade do interior.


O prefeito de São Simão, Assis Peixoto (PSDB), foi preso na tarde desta quarta-feira (28) por suspeita de envolvimento em crime contra a dignidade sexual de menor, conforme informou o Ministério Público de Goiás (MP-GO). Três mandados de busca e apreensão também foram cumpridos na cidade com o apoio da Polícia Civil.


Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura disse que as acusações são "infundadas" e que serão esclarecidas ao longo das investigações. A reportagem também solicitou uma posição ao partido e aguarda um retorno.

O promotor de Justiça Fabrício Lamas, responsável pelo caso, informou que o prefeito foi detido em cumprimento de um mandado de prisão preventiva, em Goiânia. Segundo ele, o processo e as investigações correm em segredo de Justiça “para proteção da vítima” e que, por isso, não pode passar detalhes do caso.

Sobre os mandados de buscas cumpridos na cidade, que fica no sudoeste de Goiás, o MP não divulgou os endereços e se houve apreensões. Segundo eles, seis vítimas denunciaram o prefeito ao órgão. Assis Peixoto, de 58 anos, foi eleito com 40,65% dos votos, sendo 4.277 votos no total. Ele declarou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a ocupação de técnico contabilidade, estatística, economia doméstica e administração e que tem ensino médio completo. O patrimônio declarado é de R$ 1,4 milhão.


Por: Portal Forte News**Com informações do G1 GO



Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page