top of page

Professores de escolas públicas do DF aprovam indicativo de greve

Sinpro explica que decisão visa alertar GDF que categoria não aceitará retorno sem todos os protocolos sanitários contra a Covid


O Sindicato dos Professores do DF (Sinpro-DF) aprovou indicativo de greve e calendário de alerta, após assembleia geral realizada nesta sexta-feira (30/7). A decisão da entidade visa garantir que todas as medidas sanitárias e os compromissos firmados com os professores para o retorno às aulas presenciais sejam mantidos. “Se isso não ocorrer, já temos o indicativo de greve aprovado e podemos parar a qualquer momento”, afirmou o diretor do Sinpro-DF Samuel Fernandes.


Segundo ele, um dos pontos principais para a tomada de decisão é que os professores sem o ciclo de imunização completo não retornem às salas de aula, a partir do dia 2 de agosto, conforme previsto pelo GDF.

“O secretário executivo da Secretaria de Educação, Denílson Bento, garantiu que os professores só voltariam 15 dias após a 2ª dose. Alguns docentes que tomaram AstraZeneca vão tomar a D2 em agosto, em setembro; esses têm de ficar de forma remota”, disse.

A próxima assembleia da categoria está marcada para o dia 11 de agosto. “No entanto, os professores podem ser convocados a qualquer momento para uma assembleia extraordinária, caso o governo não cumpra com suas responsabilidades”, disse o diretor.


Por: Portal Forte News**Com informações metropoles




Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page