top of page

Quem disse que não dá para comprar o lote e pagar o aluguel ao mesmo tempo?

Em Águas Lindas de Goiás, com o mesmo valor do aluguel pago em Brasília, é possível pagar a prestação do lote e o aluguel de uma casa para morar enquanto se constrói


Imagem mostra crescimento de Águas Lindas. Loteamento Jardim do Éden está ocupando vazio urbano e atraindo desenvolvimento Divulgação

Muitos brasileiros sonham em morar perto do trabalho, mas uma nova tendência vem chamando a atenção no Distrito Federal. Por causa do custo de vida consideravelmente menor, pessoas que trabalham em Brasília ou em cidades-satélite estão preferindo se mudar para Águas Lindas de Goiás, localizada a pouco mais de 50 quilômetros da capital federal. Com o mercado imobiliário do município goiano em expansão, a possibilidade de adquirir um lote e dar início à construção da casa própria tem atraído muitas pessoas, e Águas Lindas já está entre as localidades com maior aumento populacional do estado.

O motorista Elieser Medeiros, de 36 anos, fez a troca e não se arrepende. Antigo morador de Ceilândia, local em que também trabalha, ele acabou optando por se mudar para Águas Lindas por causa do alto custo de vida no Distrito Federal. Ao mesmo tempo, a mudança permitiu ao motorista a realização de outro sonho de muitos brasileiros: o da casa própria. Pagando um aluguel muito menor em Águas Lindas, Elieser conseguiu investir na compra de um lote e já está construindo a casa, que deve ficar pronta até o final do ano. "Até a construção ficar pronta, estou morando aqui em Águas Lindas em uma casa de três quartos e pago 400 reais de aluguel por mês. Eu pagava 1.300 reais por mês por uma casa semelhante a esta, quando morava no Distrito Federal. Comprar um lote lá no DF, então, seria muito mais caro", avalia o motorista.

Apesar da distância um pouco maior para chegar ao trabalho, Elieser também contou com a colaboração de seu empregador, que concordou em arcar com 80% do custo de combustível para o deslocamento do profissional, totalizando 52 quilômetros por dia (ida e volta). Mesmo trabalhando em outra cidade, o motorista reconhece que sua qualidade de vida é maior em Águas Lindas. “Estou gostando da experiência. Me adaptei muito bem. Os moradores são pessoas muito boas, e o custo-benefício é muito melhor”, afirma Elieser.

Para atender essa demanda, a cidade já vem recebendo empreendimentos para acolher os moradores. Por causa do rápido crescimento, Águas Lindas já recebeu o título de "a cidade que mais cresce na América Latina". De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) levantados em 2020, Águas Lindas de Goiás já é o quinto município mais populoso do estado, com 217.698 habitantes, atrás de Goiânia (1.536.097), Aparecida de Goiânia (590.146), Anápolis (391.772) e Rio Verde (241.518). Para efeito de comparação, a população do município era de 159,5 mil habitantes há 10 anos.

Esse é o propósito do desenvolvedor imobiliário Rodrigo Lima, que trabalhou na implementação do Loteamento Jardim do Éden, pensado para atender as pessoas que consideram a opção de morar em Águas Lindas. O empreendimento vai receber mais de mil famílias, com infraestrutura completa.

“Já que as pessoas estão buscando mais Águas Lindas como opção de moradia, decidimos investir na cidade e entregar a elas um local em que pudessem realizar o sonho da casa própria, com condições que possam chegar ao trabalho em menos tempo, comparado a outras cidades do entorno. Com menos tempo de trânsito, essas pessoas podem ter uma qualidade de vida melhor e utilizar esse tempo extra com outras atividades”, acrescenta o empreendedor.


Por: Giro da Revista - * Da Comunicação sem Fronteiras

Comentarios


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page