top of page

Silêncio de Bolsonaro sobre resultado das eleições já passa de 24h

Derrotado nas urnas, Jair Bolsonaro passou o dia sem agenda pública. Nenhum integrante do governo se manifestou sobre o resultado do pleito


Mais de 24 horas após a Justiça Eleitoral confirmar a derrota de Jair Bolsonaro (PL) nas eleições deste ano, o atual chefe do Executivo federal ainda não se manifestou sobre o pleito que teve como vitorioso seu principal adversário político, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O silêncio do mandatário prevaleceu nesta segunda-feira (31/10).

Às 19h57 de domingo (30/10), quando 98,81% das urnas já tinham sido apuradas, o petista tinha 50,83% dos votos válidos (59.563.912), não podendo mais ser ultrapassado por Bolsonaro, que acumulava 49,17% (57.627.462) dos votos. Com 100% das urnas apuradas, Lula obteve 50,90% dos votos válidos (60.345.999), e o atual presidente, 49,10% (58.206.354).


Até as 20h desta segunda, nenhum integrante do primeiro escalão do atual governo havia se manifestado oficialmente sobre o resultado do pleito. Coordenador da campanha de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro (PL-RJ) reconheceu a vitória de Lula, agradeceu os votos recebidos pelo pai e pediu aos apoiadores que “ergam a cabeça”. Foi a primeira manifestação de um integrante da família Bolsonaro após o resultado das urnas.


O dia seguinte

Sem agendas oficiais, Bolsonaro passou o dia junto de aliados próximos. O atual presidente iniciou o dia na residência oficial da Presidência da República, o Palácio da Alvorada, onde recebeu um dos filhos, o senador Flávio Bolsonaro (PL), e o seu candidato a vice-presidente da República, general Walter Braga Netto, ex-ministro da Defesa e da Casa Civil.


Também estiveram na residência oficial o ajudante de ordens Mauro Cesar Cid e o assessor especial Max Guilherme. Do Alvorada, Bolsonaro seguiu para o Planalto para reuniões internas.

O atual presidente da República permaneceu no Planalto das 10h até as 16h, quando retornou ao Alvorada e seguiu se encontrando com aliados.


Previsões

Segundo um ministro próximo a Bolsonaro, há uma expectativa para que o presidente faça um pronunciamento entre esta segunda e terça-feira (1º/11). A previsão, porém, é mais uma vontade de aliados do que do próprio candidato derrotado nas urnas.


De acordo com o colunista Igor Gadelha, do Metrópoles, Bolsonaro se reuniu com o presidente do PL, Valdemar Costa Neto. De acordo com a coluna, o presidente disse que havia desistido de se pronunciar nesta segunda sobre o resultado das eleições. A interlocutores, o presidente do PL teria dito que encontrou Bolsonaro “arrasado”.

Fonte: metropoles.

留言


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page