top of page

SUSTO: Trem do metrô do DF descarrila na Estação Central; acidente não deixa feridos

Impacto assustou passageiros e piloto do modal. Acidente ocorreu por volta das 20h desta segunda (13/9). Estação Central ficará fechada até terça-feira (14/9)


Um trem do metrô do Distrito Federal descarrilou por volta das 20h desta segunda-feira (13/9), próximo à Estação Central. Os passageiros do vagão foram evacuados e a estação foi isolada. O trecho entre os pontos Central e Galeria está fechado e os trens estão circulando até a Estação Galeria. Não houve feridos. Tanto os usuários quanto o piloto do trem ficaram abalados.

A Estação Central ficará fechada até esta terça-feira (14/9). De acordo com a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô), equipes estão no local para restabelecer a operação no trecho afetado. A empresa informou que realiza manutenções periódicas nos trilhos.

Fontes que circulam diariamente no metrô, porém, informaram ao Correio que a região onde o trem descarrilou trepidava com frequência. Passageiros que estavam no vagão no momento do acidente relataram à reportagem o susto que levaram com o estrondo.

Em nota, o Metrô informou também que abrirá investigação para apurar as causas do ocorrido. Leia abaixo a declaração na íntegra.


O Metrô-DF informa que, por volta das 20h desta segunda (13/9) houve uma ocorrência com um trem próximo à Estação Central. Imediatamente, a companhia efetuou a evacuação do trem e isolou a estação para tomar as providências necessárias de manutenção da linha. O Metrô-DF segue trabalhando para restabelecer a operação no trecho Central-Galeria o mais rápido possível e vai abrir uma investigação para apurar as causas e as circunstâncias do incidente. A companhia esclarece ainda que realiza manutenções preventivas periódicas em todo o sistema, que continua com todos os protocolos que garantem a segurança do usuário.


Histórico

A última vez que um trem saiu dos trilhos no metrô do DF havia sido em fevereiro de 2018, quando um dos vagões descarrilou entre as estações Águas Claras e Arniqueiras e interrompeu o serviço em um ponto crítico da linha, o que causou transtorno aos usuários.

À época, o Metrô-DF afirmou que o trem havia apresentado problemas no freio, e os passageiros tiveram de descer na Estação Águas Claras. O descarrilamento aconteceu pouco depois, quando só o condutor estava na composição. Ele não se feriu.


do Correio Brasiliense


댓글


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page