top of page

Três pessoas da mesma família são presas suspeitas de matar homem por ciúmes da mulher de um deles



Três pessoas de uma mesma família foram presas suspeitas de matar dois homens e ocultar os corpos, em São Domingos, na região norte de Goiás. Conforme a Polícia Civil, a motivação do primeiro crime foi por ciúmes da mulher de um dos suspeitos. Já a segunda vítima foi assassinada por ter descoberto o crime, segundo as investigações.


Como os nomes dos suspeitos não foram divulgados, o g1 não conseguiu localizar a defesa até a última atualização desta reportagem.


A polícia informou que as prisões aconteceram em duas etapas da Operação Pacto Sangue, que investiga a família há meses. O suspeito de ser o mandante da primeira morte e executor da segunda foi detido no dia 28 de abril. As outras duas pessoas envolvidas, que são o cunhado e a sogra do primeiro preso, foram presas na última terça-feira (16).


Como aconteceram os crimes?

Conforme a Polícia Civil, o primeiro crime aconteceu em fevereiro de 2022. Na ocasião, segundo a delegada Lucilene Guimãraes explicou ao g1, um dos suspeitos encomendou a morte de um homem por causa de ciúmes da esposa.


“O mandante estava desconfiado que sua esposa estava tendo um caso com a vítima”, explicou Lucilene.

Para a execução do crime, o suspeito contou com a participação do cunhado e da sogra. A delegada informou que, até o momento, não há indícios que ligam a esposa ao crime.


Entretanto, meses depois, o tio da esposa do suspeito, que morava na mesma casa que eles, descobriu sobre o primeiro crime. Por isso, em agosto do mesmo ano a família encomendou a morte do parente e o corpo foi enterrado.


Investigação

A Polícia Civil investiga o caso desde fevereiro por meio da Operação Pacto Sangue. Os policiais descobriram primeiro a autoria do primeiro crime, que aconteceu em fevereiro. Na sequência, a equipe descobriu a localização que o segundo corpo esteja enterrado.



Segundo a delegada, um quarto envolvido nos crimes já foi identificado, mas ainda não foi preso. Para preservar as investigações, a delegada não informou qual o parentesco dele com o restante da família.


Como todo o núcleo familiar está sendo investigado, podem surgir novas pessoas envolvidas.


Prisão

A mulher e os dois homens presos foram encaminhados para as unidades prisionais de Posse e de Formosa. Conforme a polícia, eles podem responder por duplo homicídio qualificado, ocultação de cadáver e associação criminosa, praticados por pessoas do mesmo grupo familiar.

Fonte: g1 Goiás.


Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page