top of page

Urna funerária é encontrada no meio do Parque de Águas Claras

As cinzas seriam de uma mulher chamada Tânia Cristina Nascimento de Souza, 62 anos, que faleceu em 10 de março do ano passado


A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga o aparecimento de uma urna funerária (foto em destaque), encontrada no meio do gramado do Parque Ecológico de Águas Claras, na tarde desta sexta-feira (24/6). As cinzas seriam de uma mulher chamada Tânia Cristina Nascimento de Souza, 62 anos, que faleceu em 10 de março do ano passado, e cremada em 21 do referido mês.

No Brasil não existe uma legislação específica sobre espalhar as cinzas. No entanto, cidades como Blumenau, em Santa Catarina, possuem uma lei que diz que as cinzas resultantes da cremação de cadáveres ou da incineração de restos mortais devem ser coletadas em urnas e serem depositadas em locais destinados para esse fim.

Administradora do parque, o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) “esclarece que a Polícia Civil esteve no local, após ser acionada pelo órgão, e retirou a urna encontrada nesta tarde”. O caso é investigado pela 21ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Sul.


SIGA NOSSO INSTAGRAN

Fonte: metropoles.

Comentarios


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page