top of page

Vídeo pornô transmitido durante aula virtual. Educação do DF lamenta.

Secretaria orientou que professores e dirigentes abram uma queixa-crime para que haja investigação policial que indique responsáveis


Imagem ilustrativa

A Secretaria de Educação lamentou, nesta terça-feira (6/4), um episódio ocorrido com o 6º ano do Centro de Ensino Fundamental (CEF) 11, em Taguatinga, quando um vídeo pornográfico foi transmitido durante a aula virtual. As imagens teriam sido reproduzidas por cerca de 10 minutos aos alunos com faixa etária de 11 anos de idade.

Em nota divulgada, a pasta registrou que considera “abjeta a ação de exibir conteúdo inapropriado a crianças de qualquer idade, ainda mais de forma clandestina e furtiva”.


A secretaria também orientou os dirigentes escolares e os responsáveis pelos estudantes “a fornecerem todas as evidências à polícia e a prestarem queixa contra esse crime cibernético — a Diretoria de Informática já realiza a coleta dos dados do sistema Google Sala de Aula e os fornecerá aos investigadores”.

“Assim como espera que os responsáveis sejam prontamente identificados e punidos exemplarmente, na forma da lei”, frisou a pasta.


De acordo com reportagem do site G1, os estudantes relataram que a aula ocorria normalmente até que três perfis entraram na sala virtual e começaram a exibir o vídeo de sexo homossexual envolvendo duas mulheres. As atividades na escola foram suspensas nesta terça.


Por: Portal Forte News **Com informações do metropoles



コメント


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page