top of page

Volume do Salto de Corumbá (GO) aumenta em 10 vezes com chuvas

Cachoeira apresentou volume impressionante no último domingo. Força da água pode ser observada de longe, mas entrar não pode


A cheia do Rio Corumbá em Goiás impressiona quem passa pela região. O Salto de Corumbá, principal ponto turístico da região, aumentou muito sua quantidade de água desde o último final de semana. A administração do local calcula em 10 vezes o acréscimo de volume da correnteza no local.

O lugar, que pode ser visualizado das margens da BR-414, fica a 120 km de Brasília e a 130 km da capital goiana.

Apesar da beleza impressionante da força da corrente, o parque que dá acesso ao salto precisou ser fechado, por questão de segurança. A cheia da cachoeira só pode ser observada à distância.


O resort com pousada e clube que funciona na região continua a funcionar, mas está proibido o banho nos rios, córregos e cachoeira. O temor das autoridades é que aconteça a chamada “tromba d’água”, quando um grande volume de água se acumula e desce o rio de forma repentina.

Tem chovido constantemente na região localizada acima do salto e que é drenada e canalizada para o leito do Corumbá.


As imagens do Salto cheios impressionam ainda mais quando se compara a cachoeira antes e depois da cheia. As pedras do ponto turístico ficaram completamente escondidas debaixo da água escura.

A administração do Salto Corumbá informou ao Metrópoles que o parque continuava fechado nesta terça-feira (11/1). Apesar da maior cheia ter sido no final de semana, a cachoeira ainda apresenta grande volume d´água.


Piri

Na vizinha Pirenópolis as chuvas estão provocando estragos. Na cidade histórica, o Rio das Almas subiu tanto que invadiu áreas mais baixas, próximas à Rua do Lazer. A previsão é de mais chuva para a região ao longo desta semana.

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page