top of page

Militares indicados por Lula podem tomar posse ainda em dezembro

Força Aérea agendou passagem de comando para brigadeiro escolhido por presidente eleito para 23 de dezembro; Exército e Marinha querem fazer o mesmo



Em meio a turbulências e no centro de pedidos de intervenções por manifestações bolsonaristas, os comandantes das Forças Armadas planejam passar os comandos para novos oficiais-generais neste ano. Com essa antecipação, os militares indicados pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) podem tomar posse já no próximo mês.


Neste contexto, a transferência de bastão dos governos iniciaria pelas Forças Armadas. A proposta é que Lula tome posse em 1º de janeiro de 2023 com os comandantes sob sua chefia. Para se ter ideia, a primeira a se manifestar sobre isso foi a Força Aérea que marcou a cerimônia de transmissão de cargo para o dia 23 de dezembro. Assim, Exército e Marinha sinalizam para fazer o mesmo: a antecipação dos comandados.


As informações foram apuradas pelo Jornal O Estado de S. Paulo, o Estadão. De acordo com a reportagem, oficiais-generais consideram que não haveria problema nem mesmo legal. Para os militares ouvidos, nem o presidente Jair Bolsonaro (PL) iria se opor a publicar os decretos, nomeando indicados por Lula.


Na própria transição de governos, esse plano dos generais causou estranheza. Isso porque os comandantes tomariam posse antes mesmo do ministro da Defesa, que deve ser um civil, e do próprio futuro presidente. Por outro lado, no meio militar, essa medida evita constrangimentos aos atuais comandantes, se por acaso tiver alguma ação ou protesto contra a posse de Lula.

Fonte: jornalopcao.

Comments


FORTE NEWS REAL.png

Mais Notícias

bottom of page